Tenho em mim...


Tenho em mim inúmeras feridas
que por certo nem sei de onde vem.
Só sei que doem
e sangram demais
as gotas da poesia
que ainda habita em mim.
Sou uma criação de mim mesma,
um personagem do meu teatro.
Finjo que sou forte.
Faço de conta que sou feliz.
Os poetas jamais serão
completamente felizes,
por que buscam o que não existe,
o que não se toca,
o que não se vê.
Buscam a alma,
a essência da verdadeira dor.



...volta ao Caos