Minha dor é profunda...


Minha dor é profunda,
mais do que eu possa imaginar e sonhar.
Meu passado é como
se nunca tivesse existido.
Vejo poucas e breves
lembranças amareladas.
Não vivi minha própria vida
com medo de sofrer
e sofro hoje pelo que não vivi.
Cada segundo é dolorido,
não sei de mais nada,
não sei de mim,
nem daquilo que eu tanto buscava.
Minha boca é amarga.
Minhas palavras também.
Vivo como num filme
onde sou marionete
de um teatro louco, tolo...
e eu só queria encontrar
um sentido para poder continuar.


...volta ao Caos