Tenho um prazer mórbido...


Tenho um prazer mórbido
em ser só.
Vivo a dor da solidão
cada segundo da minha existência.
O sofrimento me faz crescer,
cada vez mais,
para o fundo de mim mesma.
Já não me sinto mais gente.
Já não me sinto nada.
Tenho o coração vermelho
e os olhos vazios...
muitos sonhos vazios e distantes
e o resto da minha vida
para sofrer.



...volta ao Caos