Busca


Num repente estanquei
e me vi diante dos ideais
que me levavam a lutar.
Na minha frente se erguia
um caminho longo e difícil.
Atrás era simplesmente passado.
Olhei para os lados,
ninguém me via.
Sem respostas para às minhas dúvidas
lancei-me numa caminhada
desesperada em busca de mim.
Tudo parecia negro
e penetrei nas minhas entranhas,
fui ao fundo do meu ser.
Meu passado eternizado em lembranças,
meus antigos sonhos,
meus primeiros vôos.
Vitórias jamais esquecidas
e largadas num canto qualquer.
Quando me pus frente ao meu presente,
nu e cru,
percebi meu vazio,
minha derrota diante de mim.
Deixei meus sonhos,
não arriscava voar,
fechava os olhos diante da vida.
De repente despertei.
O caminho é longo,
nem sempre solitário.
Preciso fazer algo por mim,
e não sei nada do mundo,
e só me resta cantar,
olhar as estrelas e esperar
o dia chegar.
Lutar, desesperadamente lutar,
cegamente buscar
um sentido neste caminho
chamado viver.



...volta ao Caos