Deixe-me sofrer...


Deixe-me sofrer.
Beber cada gota
desta dor amarga,
como lágrimas grossas e salgadas
que sulcam meu rosto.

Preciso entender esta dor.
Preciso senti-la por inteiro,
penetrando minhas entranhas,
dilacerando meu peito,
sugando meu sangue,
vampira de almas.
Já não sei mais quem sou.
Não sei quem fui.
Sou só sofrimento.
Imensa e inexplicável
dor da solidão.


...volta ao Caos