Vivo à sombra...


Vivo à sombra da sua vaidade,
a mercê das suas vontades egoístas,
do pequeno mundo que você habita.
Preciso redescobrir meu caminho
longe da dor e do abandono.
Meu caminho secreto,
que brinca por entre as linhas
daquilo que vivo e escrevo
e tento entender.
Seus olhos pequenos
vêem pouco mais do que a si mesmo.
E a vida tem tanta coisa pra se fazer,
inúmeros horizontes para desbravar.
São tantas coisas,
imenso mundo,
inúteis sonhos
que jamais irão se realizar.



...volta ao Caos