Tive medo...


Tive medo de viver meus sonhos,
ao mesmo tempo que ansiava por eles.
Não tive coragem de sonhar,
talvez por que sonhar
às vezes dói.
No entanto, hoje sofro,
o abandono dos meus ideais.
E quando olho para dentro de mim
ainda vejo aquele mesmo caminho
chamando meus pés.
A estrada deserta.
Adormecida.
Preciso voltar a sonhar,
ser quem sempre fui,
mesmo sem saber ao certo quem sou.
Deixar meu sangue correr
pelos meus labirintos,
fechar meus olhos para ver
que nada
nunca acabou.


...volta ao Caos